Reflexões

"Instruí-vos, porque precisamos da vossa inteligência. Agitai-vos, porque precisamos do vosso entusiasmo.

Organizai-vos, porque carecemos de toda a vossa força".
(Palavra de ordem da revista L'Ordine Nuovo, que teve Gramsci entre seus fundadores)

______________________________________________________________

março 31, 2011

O que a falácia da ditabranda revela sobre o presente

O artigo é de Marco Aurélio Weissheimer.
Carta Maior

Um comentário:

Net 7 Mares disse...

Certamente, se pedíssemos ao Weissheimer, jornalista do Carta Maior e autor do texto abaixo, a que complementasse a sua arenga, ensaiando um previsão sobre o que aconteceria com este sofrido País se os militares não atendessem, em 1964, ao clamor da sociedade, principalmente da Imprensa, teríamos, como resposta, uma dentre duas alternativas: silêncio envolto em mortalha vermelha, enfeitada com desenho de foice e martelo cruzados; ou falácia bem mais retumbante.

Considerando que as escaramuças entre terroristas e militares começaram 4 anos após a instauração do regime da faxina (1968), e isso por conta dos assaltos a bancos, seqüestros de embaixadores, atentados contra inocentes, e outra estripulias daqueles, eu poderia perguntar ao Weissheimer o que aconteceria se os militares tratassem os fãs de Lênin, Mao e Fidel, com metafóricas flores, música e poesia; ou seja, prisão confortável, com TV, ar condicionado e outros mimos, tudo bem diferente daquela prisão que os seus ídolos Lênin, Mao e Fidel reservavam para os oponentes do regime comunista. Mas, isso, eu não vou perguntar, porque o Weissheimer poderia sentir-se ofendido no juízo que eu estaria fazendo da sua jornalística inteligência.

Em vez da pergunta, fico então apenas com o pedido do primeiro parágrafo, e estou apostando 10 por 1 no seu defunto silêncio.

A mesa está aberta. Façam o jogo, senhores, e esperemos os dados que o crupiê Weissheimer lançará ao pano.

Net 7 Mares
http://net7mares.blogspot.com/2009/11/mar-do-ego.html

Ilha das flores