Reflexões

"Instruí-vos, porque precisamos da vossa inteligência. Agitai-vos, porque precisamos do vosso entusiasmo.

Organizai-vos, porque carecemos de toda a vossa força".
(Palavra de ordem da revista L'Ordine Nuovo, que teve Gramsci entre seus fundadores)

______________________________________________________________

agosto 22, 2011

PALESTINA

Violencia mútua entre Israel e Hamás devolve a iniciativa política à extrema direita  israelense  e ao radicalismo palestino, ambos contrários a um processo de paz na região e inimigos do reconhecimento do Estado palestino, sob a liderança do poresidente da autoridade palestina, o moderado Mahmud Abas  ** cercado pelos maiores protestos sociais da história do país,  o extremista Binyamin Netanyahup, premiê israelense, tem na agenda bélica o único ponto forte de uma legitimidade dissolvente ** para a facção radical do Hamás, que exacra a Autoridade Palestina, a guerra é uma alavanca para desmoralizar a luta da Abas pelo reconhecimento internacional do Estado palestino,  rechaçado com igual fervor por Israel**  não por acaso coube ao chanceler de Israel, Avigdor Lieberman,  dar expressão a essa convergência de interesses ao acusar a OLP, de Abas, pelos ataques terroristas a veículos de Isarel na semana passada ** "A OLP é responsável pela ataques lançados de Gaza pelo Hamás e seus satélites. A OLP glorifica o terrorismo e fomenta o ódio a Israel", disse Lieberman** OLP ganha importante apoio: Espanha manifesta intenção de reconhecer o Estado Palestino.
CARTA MAIOR

Nenhum comentário:

Ilha das flores