Reflexões

"Instruí-vos, porque precisamos da vossa inteligência. Agitai-vos, porque precisamos do vosso entusiasmo.

Organizai-vos, porque carecemos de toda a vossa força".
(Palavra de ordem da revista L'Ordine Nuovo, que teve Gramsci entre seus fundadores)

______________________________________________________________

agosto 17, 2012

Professores da UFBA destituem a diretoria do sindicato



Em assembleia histórica, categoria docente repudia práticas antidemocráticas do próprio sindicato, constituindo-se como importante exemplo para o movimento sindical nacional.

Os professores da Universidade Federal da Bahia realizaram, nesta quarta-feira, às 15h, na Faculdade de Arquitetura, uma assembleia para discutir a destituição da atual diretoria da APUB-sindicato, com a presença de 217 professores.

Para maior indignação dos presentes, antes de se iniciar a assembleia, um oficial de justiça apresentou uma liminar deferida pela Juíza Karina Freire Araújo de Carvalho da 28ª Vara do Trabalho de Salvador impedindo a votação referente à destituição e autorizando o uso de força policial caso a liminar não fosse cumprida. Os réus do processo são os membros do comando de greve que não poderiam conduzir a votação sob pena de pagamento de multa diária de 5 mil reais até o limite de 30 dias. Como a assembleia foi legitima e legalmente convocada pelos professores reunidos em assembleia no último dia 7, sob condução da própria diretora presidente da APUB, os professores filiados deram seguimento à assembleia e a dirigiram sem a participação dos membros do comando de greve.

Apesar da evidente tensão que a gravidade da destituição de uma entidade carrega, a assembleia correu com total tranquilidade. Todas as falas e avaliações reforçaram a necessidade da destituição da diretoria com base no seu flagrante desrespeito às deliberações da sua instância máxima: a assembleia geral. Desta forma, foi aprovada por ampla maioria a destituição imediata da diretoria. Apesar da atitude - considerada autoritária e violenta pelos professores - da diretoria da APUB de impedir alguns professores de se filiarem nos últimos dias, seus votos foram nominalmente incluídos. Para dar continuidade aos procedimentos após a destituição, foi constituída e votada uma comissão provisória, composta por 5 professores, para assumir o funcionamento da instituição e convocar novas eleições o mais rápido possível. A comissão foi empossada na própria assembleia. Para o assombro de todos, a direção do sindicato procura incriminar a sua própria categoria, ao conduzir os conflitos existentes para esfera judicial. Porém, com a sua destituição e a constituição de uma nova comissão provisória para assumir o sindicato, os professores da UFBA esperam encontrar representatividade legítima e em sintonia com sua vontade soberana para conduzir com autonomia suas reivindicações.

Nesta quinta-feira, dia 16 de agosto, às 17h na sede do sindicato, a comissão provisória estará conduzindo uma reunião ampliada para deliberar e tomar os primeiros encaminhamentos frente ao sindicato.

Quanto à greve, será realizada nova assembleia na próxima segunda-feira, dia 20 de agosto, às 15h, em que será feita uma avaliação sobre os encaminhamentos do governo quanto às contrapropostas apresentadas pelos docentes federais.
Atenciosamente,
Comissão de comunicação do Comando de Greve
 

Nenhum comentário:

Ilha das flores