Reflexões

"Instruí-vos, porque precisamos da vossa inteligência. Agitai-vos, porque precisamos do vosso entusiasmo.

Organizai-vos, porque carecemos de toda a vossa força".
(Palavra de ordem da revista L'Ordine Nuovo, que teve Gramsci entre seus fundadores)

______________________________________________________________

janeiro 22, 2014

Leonardo Boff: A luta pela Reforma Agrária é uma luta por vida

21 de janeiro de 2014

Por Leonardo Boff
Para a Página do MST

Nesta quarta-feira (22/01), o MST completa 30 anos. O teólogo, filósofo, escritor e amigo do MST Leonardo Boff escreveu o artigo abaixo em homenagem ao MST e à luta pela terra:
Quero me associar a todos os que celebram os 30 anos de resistência, de perseverança, de lutas e de conquistas do MST. Numa perspectiva mais geral, estimo que o MST-Via Campesina é o maior movimento popular organizado do mundo.
Tantos foram difamados, perseguidos, presos, torturados e assassinados e vocês nunca baixaram os braços ou arrearam as bandeiras. Continuaram e continuam porque a causa é justa, humanitária e, porque não dizer, divina. É um luta por vida, fundada na Terra, e Deus é o Deus vivo e o "soberano amante da vida", como dizem as Escrituras judaico-cristãs.
 
Vocês resgatam uma das mais ancestrais convicções da Humanidade: a Terra é um bem comum, vital, universal para todos os seus habitantes. Apropriar-se dela, dividí-la e ofendê-la pela excessiva exploração sempre foi considerado um roubo, uma apropriação indébita e um crime de ofensa à dignidade da Mãe Terra. 
 
Vocês estão recuperando este valor universal, e baixar da cruz uma Terra crucificada para que ela possa ressuscitar e nos dar tudo o que sempre nos deu: vida e os meios da vida.
 
O sonho do MST nunca foi pequeno: a Reforma Agrária ou políticas agrárias mais justas e equitativas. O sonho sempre foi grande: fazer que a Terra possa acolher a todos para nela trabalhar e viver, no respeito a seus limites e possibilidades para nós e para nossos filhos e netos. 
 
O sonho continua de uma nova Terra na qual habitam seres que se sentem filhos e filhas da alegria e não condenados à exclusão e escravos de necessidades.
 
Nada resiste à luta perseverante. Quem na noite continua acreditando no sol, este o verá brilhante e generoso nascendo de manhã.
 
Vocês do MST nos dão o exemplo desta perseverança e desta fé imorredoura do Sol que vai despontar para vocês e para todos nós.
 
Quero ser como sempre fui: um companheiro de caminhada, solidário nas
tribulações e participante das vitórias.

Nenhum comentário:

Ilha das flores