Reflexões

"Instruí-vos, porque precisamos da vossa inteligência. Agitai-vos, porque precisamos do vosso entusiasmo.

Organizai-vos, porque carecemos de toda a vossa força".
(Palavra de ordem da revista L'Ordine Nuovo, que teve Gramsci entre seus fundadores)

______________________________________________________________

maio 02, 2008

Represão policial no Primeiro de Maio - SP‏


Devido a urgência e ao falso estado de direito em que vivemos no Brasil, publico a mensagem abaixo, recebida nesse 1º de maio de 2008:

DENÚNCIA

"As 16H da tarde de hoje, agora a pouco, em torno de 70 policiais atacaram ferozmente a manifestação libertaria que seguia pacificamente pela rua libero badaro proximo ao lago são francisco. Cerca de 70 Policiais militares inclusive da ROTA, ROTAM, Forca Tatica entraram com viaturas em alta velocidade sobre a manifestação anarquista de primeiro de maio na rua libero badaro, centro de SP. Varias pessoas foram atropeladas e alguns trabalhadores foram detidos sem motivo algum, além das já corriqueiras agressões verbais e físicas."

Um comentário:

jobofevi disse...

Sobre o post abaixo: Maria de Araújo é o produto de duas raças despreziveis[negra e india]dando portanto, uma hibridez horrivel, uma monstruosidade feita mulher.Ela é de estatura regular, bronduzia[?], triste, vagarosa, entanguida [encolhida], essencialmente caquetica por que tem como ascendentes uma série de caqueticos ou tuberculosos. A cabeça que trás sempre descoberta, tem a configuração de um corredor de boi, escamado. O cabelo nem é preto nem é branco. Os olhos pequenos e sem um raio sequer de expressão que lhe ilumine o semblante, mexem-se estreitamente nas fraudas de uma testa estreita e protuberante. O nariz irrompe entre os olhos, sem base e levantando-se, a pouco e pouco, alarga-se de asas chatas até os molares, achamboirados[gosseiros], entupidos nas gelhentas [rugosas] bochechas cavas. os biços moles e relachados deixam a descoberto em um dos cantos da costoma 9mau odores0 boca, à competencia com a pele cor de azeitona em estado de putrefação, dengridos, os dentes lanianos. É uma alma soberanamente execravel (p.9) Escrito pelo Pe. Alencar pixoto em 1913. Extraído do livro Maria do joazeiro a beata do milagre de Maria do Carmo Pagan Forti. A igreja européia não adimitia que Deus deixasse de manifestar-se em um clerigo branco e culto na Europa para manifestar-se em uma negra analfabeta doente e desnutrida no fim do mundo.

Ilha das flores