Reflexões

"Instruí-vos, porque precisamos da vossa inteligência. Agitai-vos, porque precisamos do vosso entusiasmo.

Organizai-vos, porque carecemos de toda a vossa força".
(Palavra de ordem da revista L'Ordine Nuovo, que teve Gramsci entre seus fundadores)

______________________________________________________________

julho 10, 2013

MST defende Reforma Agrária e mudanças estruturais em dia de lutas

10 de julho de 2013

Por José Coutinho JúniorDa Página do MST
O MST se somará às mobilizações das centrais sindicais, organizações políticas e movimentos sociais da classe trabalhadora que tomarão as ruas do país, nesta quinta-feira (11/7), para defender uma plataforma política, com a redução da jornada de trabalho, investimentos de 10% do PIB para saúde e educação, transporte público gratuito e de qualidade, a democratização dos meios de comunicação e a realização da Reforma Agrária.
O MST irá participar das lutas em todo o país, realizando trancamento de rodovias e participando das marchas das centrais sindicais. “Estamos participando da construção dos atos desde o início com as outras organizações. É um momento importante para o país, pois apesar das diferenças entre as organizações, conseguimos elaborar uma pauta única de lutas, que pode ser o início de um processo de conquistas para os trabalhadores”, afirma Gilmar Mauro, da Coordenação Nacional do MST.
A Reforma Agrária é uma das principais pautas das manifestações, paralisações e greves, que cobram o assentamento das 150 mil famílias acampadas .
Segundo Gilmar Mauro, a cobrança pelo conjunto das organizações sindicais da Reforma Agrária coloca o tema novamente na agenda social. “A Reforma Agrária não diz respeito só aos camponeses. É importante para todo o movimento popular e, se os trabalhadores não colocarem em pauta, ela não sairá. Por isso, é muito importante que os movimentos urbanos tenham abraçado a pauta”, afirma.
Em São Paulo, a manifestação acontece na Avenida Paulista. Os movimentos sociais se concentram a partir das 12h na Praça Mal Cordeiro de Farias (conhecida como Praça dos Arcos, no final da Avenida Angélica, entre a Paulista e a Dr Arnaldo).
A partir das 13h, os movimentos sociais partem para o Masp, onde se somarão à manifestação das centrais sindicais. Ás 15h, o conjunto das organizações partem em direção à Praça Ramos, seguindo pela Paulista e descendo a Consolação. De lá, os Sem Terra se dirigirão até a sede da Rede Globo, onde acontecerá um ato pela democratização dos meios de comunicação às 18h.
Confira as mobilizações que ocorrerão amanhã por todo o país:
ACRE
A partir das 8h30, concentração em frente ao Palácio do Governo e, na sequência, passeata até a Prefeitura de Rio Branco.
ALAGOAS
Ato público com concentração a partir das 14h, na Praça do Centenário, bairro do Farol, em Maceió.
AMAPÁ
Ato na Praça da Bandeira, a partir das 15h, seguido de passeata pela orla até o Centro de Macapá.
AMAZONAS
6h – Mobilização e panfletagem: Bola da Suframa, Bola do Armando Mendes e Entrada da SEDUC, na Av. Buriti
9h – Concentração e panfletagem: em frente ao INSS Centro e na Bola do Eldorado, com caminhada até a Assembleia Legislativa
15h – Grande concentração no centro de Manaus: Av. Eduardo Ribeiro com Av. Sete de Setembro.
BAHIA
4h - paralisação dos ônibus (urbanos, intermunicipais, cargas, fretamento e locadoras).
5h - paralisação dos trabalhadores da indústria na BR 324, via parafuso, trevo da resistência, Candeias, Camaçari, Alagoinhas (trabalhadores de diversos ramos).
5h - paralisação de diversas BRs, saída e entrada de Feira de Santana, BRs 324, 101, 242 (MST, Trabalhadores Rurais, Via Campesina, Movimentos sociais).
6h - protesto em frente à rede Bahia, no bairro da Federação. Pela "democratização da informação"
7h - atrasos na entrada do expediente em hospitais públicos e privados. Assembleia com trabalhadores.
7h - debates e atividades com professores da UFBA na faculdade de Arquitetura.
7h - paralisações e mobilizações em diversas cidades: Camaçari, Alagoinhas, Juazeiro, Feira de Santana, Candeias, Ilhéus, Itabuna, Vitória da Conquista, Barreiras e Teixeira de Freitas.
10h - Ato contra a Globo (Na porta da Rede Bahia): Assembléia Popular Pela Democratização da Comunicação.
12h - concentração com as outras centrais no Campo Grande, em Salvador
14h - reunião SOBRE MOBILIDADE URBANA E TARIFA ZERO, CUT, juventude, movimentos sociais, MPL, com vereadores no Centro Cultural da Prefeitura de Salvador
15h - Marcha Unificada das centrais - do Campo Grande à Praça Municipal, em Salvador
CEARÁ
Ato a partir das 9h na Praça do Ferreira, no Centro de Fortaleza.
DISTRITO FEDERAL
Concentração a partir das 15h, no Museu da República. Na sequência, passeata ssegue até o Congresso Nacional.
ESPÍRITO SANTO
Trinta e oito sindicatos vão parar a região central de Vitória e outras cidades do estado desde as primeiras horas da manhã, com atos, marchas, manifestações. Ônibus municipais param entre a zero hora do dia 11 até a zero hora do dia 12.
GOIÁS
8 horas – trabalhadores/ municipais e estaduais da Saúde iniciam concentração na Praça do Bandeirante; 10 horas – demais categorias chegam à concentração;
11 horas - caminhada pelas avenidas Goiás, Praça Cívica (Palácio do Governo) av. Araguaia, Anhanguera e encerramento na Av. Tocantins em frente teatro Goiânia.
Atividades dos trabalhadores rurais, agricultores familiares, camponeses em 10 regiões do estado, onde fecharão rodovias, inclusive a BR 153.
MARANHÃO
Manhã: paralisações nas categorias
Tarde: 15 horas: concentração em frente à Biblioteca Pública (Praça Deodoro) e passeata ao Palácio dos Leões, sede do Governo do Estado.
MATO GROSSO
A partir das 16h, concentração na Praça 8 de Abril, no Centro de Cuiabá. A partir das 17h, passeata seguir[a até a sede da prefeitura.
MATO GROSSO DO SUL
A partir das 9h, manifestação na Praça do Rádio, em Campo Grande.
MINAS GERAIS
Educação, saúde e eletricitários paralisam atividades
Às 10 horas, ato conjunto na Praça Sete, região central de Belo Horizonte. Após o ato, manifestantes vão sair em passeata pelas principais ruas da capital mineira
PARÁ
Concentração às 7h30 em frente da prefeitura de Belém, seguindo em caminhada pela avenida Portugal, avenida Castilhos França, avenida. Presidente Vargas, avenida Nazaré. Encerramento com ato em frente ao Centro Integrado de Governo (CIG).
Altamira - Concentração às 17h no ginásio da Brasília. Contato: (93) 9223-4531
PARAÍBA
Greves setorizadas: urbanitários, construção civil, servidores da UFPB (Hospital Federal - HU)
João Pessoa: A partir das14h: mobilização Unificada com as Centrais, no parque Solón de Lucena
Campina Grande: A partir das 14h: mobilização na Praça da Bandeira.
Trabalhadores em Telecomunicações farão manifestação a partir das 7h em Campina Grande - na antiga Câmara dos Vereadores, na Floriano Peixoto, esquina com a Maciel Pinheiro - e em João Pessoa - atos públicos simultâneos nas empresas ARM no Bairro Jose Américo e na AeC no Bairro de Mangabeira. A partir das 12h, atos na AeC no Bairro José Américo.
PARANÁ
A partir das 16h, um grande ato será realizado na Praça Rui Barbosa, em Curitiba.
PERNAMBUCO
Passeata sairá da Praça do Derby em direção ao Pátio do Carmo, no Centro de Recife, onde, às 14h, tem início concentração para o ato público.
PIAUÍ
Concentração na Praça Liberdade a partir das 14h, seguida de passeata.
RIO DE JANEIRO
Concentração a partir das 15h na Candelária.
RIO GRANDE DO NORTE
9h - Concentração em Frente ao Shopping Minday, saindo em caminhada pela Av. Salgado Filho, seguido de ato político em frente à governadoria, encerrando a caminhada às 14h no Ponto Sete na Av. Eng. Roberto Freire.
RIO GRANDE DO SUL
Mobilização nos locais de trabalho das 5 às 16h.
Em Porto alegre, a partir das 14h, duas caminhadas saem em direção ao Largo Glênio Peres: uma da Rótula do Papa e outra do Laçador.
Às 16h, começa o ato público no Largo Glênio Peres.
RONDÔNIA
Mobilizações em Porto Velho, Vilhena e, em Jaru, fecham a BR 364.
RORAIMA
Ato em Boa Vista das 8h às 12h. Saída da Praça Zélia Coutinho até a Praça do Centro Cívico, em frente ao Palácio do Governador,Tribunal de Justiça e Assembleia Legislativa.
SANTA CATARINA
Florianópolis - Concentração na Praça Tancredo Neves, em frente à Assembleia Legislativa de Santa Catariana, e às 15h, ato unificado com passeata pelo centro da cidade
Concentração no Trevo entre Itajaí e Blumenau BR-101 e, às 15h, ato unificado com passeata em Itajaí e Blumenau
Chapecó - Concentração nas quatro principais entradas da cidade de Chapecó com passeata até o centro e, às 17h , ato unificado no centro de Chapecó
Laguna - Concentração na cabeceira da ponte de Laguna.
SÃO PAULO
Manhã: Manifestação no ABC e manifestações e greves descentralizadas no interior;
Em São Bernardo do Campo, trabalhadores do turno da manhã das montadoras (Ford, Mercedes-Benz, Scania, Volkswagem, Toyota) e de fábricas de autopeças iniciam passeatas a partir das 7h30, saindo das portarias das empresas;
Em outras cidades - um ato em local central de cada Subsede da CUT: ABC, Araçatuba, Bauru, Baixada Santista, Campinas, Guarulhos, Itapeva, Jundiaí, Mogi das Cruzes, Osasco, Ourinhos, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, São José do Rio Preto, Sorocaba, São Carlos, Vale do Paraíba, Vale do Ribeira.
São José dos Campos - manifestação dos servidores municipais: às 7 horas, concentração no Paço Municipal
SERGIPE
Concentração a partir das 14h na Praça Fausto Cardoso , em Aracaju, seguida de ato público.
TOCANTINS
Manhã: Trancamento da BR 153, paralisação na Universidade Federal do Tocantins (UFT) e no Instituto Federal do Tocantins. Bancários farão paralisações nos Bancos.
Tarde: Mobilização a partir das 15h, concentração em frente ao Centro Educacional São Francisco de Assis, em Palmas. Segue em passeata até a Prefeitura, onde será realizado Ato Público e, depois, em frente ao Palácio do Governo e demais órgãos públicos.

Nenhum comentário:

Ilha das flores